ESPAÇOS PEQUENOs, grandes vantagens

 

Hoje em dia o mais comum é procurarmos apartamentos ou casas grandes. Porque o conceito que predomina é que muito espaço é sinónimo de comodidade e qualidade de vida.
No entanto, viver num espaço “menos grande” (mas que ainda assim seja apropriado para o seu estilo de vida) pode melhorar o dia-a-dia em muitos aspetos.
Ora vejamos:

Força-o a ser mais seletivo com que decidir guardar. Aliás, esta é uma ideia-chave: decide o que guardar, ao invés de ser passivo com as coisas entram na sua casa e estacionam por lá. Ao ter o sentido de espaço limitado, evita que os seus pertences se expandam indefinidamente, obrigando a ser mais intencional e manter apenas o que aporta valor à sua vida.

É mais fácil e rápido de limpar. A matemática é simples: menos objetos e superfícies para limpar, menos trabalho.
Assim, até ter a casa mais agradável quando aparecem visitas é fácil, já que mesmo que haja a confusão normal do dia-a-dia, torna-se mais rápido deixar o espaço limpo e organizado.

 

 

Usar e arrumar em versão descomplicada. Também associada à ideia anterior, ter menos objetos significa que tudo tem o seu lugar. Para além disso, em vez de ter vários nichos espalhados pela casa, consolidar as diferentes categorias na mesma zona (por exemplo, produtos de limpeza) torna mais acessível e natural voltar a arrumar o que acabou de usar .

Menos decisões, menos stress! No dia-a-dia já há tantas decisões a tomar, que no que se puder simplificar, melhor! Assim, que melhor sítio do que o seu retiro chamado casa? “O que vestir”, “onde arrumar isto”, ou “o que fazer com o pouco tempo que tenho” tornam-se questões simples de responder porque tudo o que o rodeia é positivo para si!

Menos despesas. Sejam contas de água, eletricidade ou aquecimento, impostos ou até remodelações, o valor a pagar vai ser sempre menor. Usufrua do seu dinheiro de outra forma que não despesas de manutenção!

Maior conforto. Se conseguir ter uma boa seleção de objetos e o seu espaço optimizado, ter um ambiente menos amplo pode significar mais aconchego e maior comodidade. Assim, desfruta do espaço onde habita de uma forma mais pessoal e intimista.

Como vê, ao contrário do que possa soar, menos espaço não significa privação, mas pelo contrário vários pesos que nos saem dos ombros!
E lembre-se, quando sentir que não tem espaço suficiente, pergunte-se se o estará a aproveitar da melhor forma, ou até quem sabe, se não terá coisas a mais.