Como deixar de comprar POR IMPULSO

 

Tem peças de roupa ainda com etiqueta?
Compra itens e depois não lhes dá uso?
Arrepende-se de certas compras que faz?
Existem peças na sua casa que já nem se lembra que tem?

Então provavelmente já fez algumas compras impulsivas.

Veja se se reconhece neste momento: está numa loja e há algo que lhe desperta a atenção.
Talvez esteja em promoção, ou é simplesmente um produto apetecível, que está ali, à sua frente, e nada o impede de o comprar.
E quando dá por ela, já está na caixa a pagar e sai triunfante da loja com a sua nova aquisição.

Ora, isto foi uma compra impulsiva – era algo que não precisava até ter visto o tal objecto.

O problema aqui é que acaba por acumular coisas que não precisa, e por vezes até se esquece de tudo aquilo que tem.

Assim sendo, não é bom para a sua carteira, para a sua casa, nem para o seu-bem estar.
E há formas de contornar o problema sem sentir que está em privação!

Partilho de seguida alguns truques para se sentir mais em controlo daquilo que adquire!

 

 

Experimente fazer o seguinte:

 

Tire uma fotografia ao que quer comprar, e saia da loja.  Na nossa mente já se esboça um sentimento de posse (mesmo que seja só a fotografia), e isso acalma o impulso da compra. Na maioria das vezes, passado um dia ou dois já não lhe apetece aquirir a tal peça.

Faça estas 3 perguntas:
– Onde vou guardar?
– Realmente acrescenta algo novo e diferente ao que já tenho?
– Vou querer cuidar (fazer a manutenção, limpar, reparar caso se estrague) desta peça?

• Adie a compra!
Mesmo que seja por uma hora, um dia, ou uma semana. E, se o faz sentir-se mais calmo, faça a reserva (a maioria das lojas aceita reservas, nem que seja de apenas umas horas ou um dia). Vá arejar a cabeça, pense noutra coisa e depois com a mente refrescada, reflicta se quer mesmo fazer a aquisição.

Assim, se puser em prática algumas destas estratégias, todas as compras que fizer serão mais intencionais e acertadas!