SPA EM CASA

 

A casa de banho é muitas vezes deixada para último plano quando se pensa em melhorar o nosso espaço. Normalmente é tido como um compartimento menos “glamoroso”, mas não tem porque ser assim.
É onde nos refrescamos e relaxamos com um bom duche, ou nos aperaltamos para começar o dia com mais confiança. E é um sítio que – se for bem pensado – pode funcionar como um retiro.

Para começar elimine os excessos, isto é, as coisas que criam ruído e atrapalham.

Em continuidade com um artigo anterior acerca de coisas a eliminar na casa de banho, apresentamos mais três categorias para rever!

 

ACESSÓRIOS DE CABELO QUE NÃO USA

É difícil resistir às modas dos penteados. Desde a bandolete, passando pelos ganchos e pelos diversos apetrechos que fazem o apanhado perfeito. Passe tudo a pente fino. Pode ter comprado na curiosidade, ou porque o seu cabelo tinha um comprimento diferente ou simplesmente porque a peça encaixava no seu estilo. Se já não usa, porque está a ocupar espaço no seu precioso spa?
Mesmo que os elásticos fru-fru voltem e os queira voltar a usar, vai de certeza querer adotar a versão atualizada. Liberte-se das antiguidades que já não lhe trazem valor. Deixe ficar as peças que usa e gosta (independentemente de há quanto tempo as tem).

 

 

ELETRODOMÉSTICOS A MAIS

Até na casa de banho os há. Secador, máquina de alisar, rolos, depiladora, máquina de cera, sauna facial, esfoliador de pés, aquecedor, secador de tolha…
Todos estes aparelhos ocupam bastante espaço e se não os usa, estão definitivamente a mais! É o momento de dizer adeus. A sua casa de banho merece ser bonita, arejada e funcional.
Seja realista e evite ter objetos redundantes. Se usa só a depiladora, faz mesmo questão de ter a máquina de cera “caso um dia a depiladora se estrague”?
E a balança? Se não usa e se se pesa apenas nas consultas de rotina ou na farmácia, talvez não lhe faça falta no dia-a-dia. Liberte-se desse peso! Literalmente.

 

AMOSTRAS DE PERFUMES E CHAMPÔS

Se tem muitas amostras de viagens ou da perfumaria, está na altura de as enfrentar. Sim, as embalagens são práticas, e até tinha a intenção de experimentar os novos produtos, mas a ideia é usar assim que recebe. Caso contrário, vão-se acumulando para “um dia” levar na sua mala, ou “talvez” quando o seu perfume acabar. Avalie. Se faz questão de os experimentar, faça-o agora. Coloque em pausa os seus produtos habituais e use as amostras. Se gostar, anote para depois comprar em tamanho normal. Afinal, as amostram foram inventadas com esse propósito.
Se as amostras que não quiser usar ainda estiverem fechadas, sempre pode oferecer a uma instituição.
O espaço libertado por estes “pequenos” vai ser mais útil do que o espera.

E assim, se vai criando um ambiente leve e limpo, ideal para uma casa de banho agradável!