COISAS A LIBERTAR DA GARAGEM

Se tiver uma garagem que supostamente dá para dois carros mas na prática só cabe o seu – e mal – então talvez deva ler este artigo.

Sendo um espaço amplo, normalmente a garagem surge como lugar de arrumos para o que está a mais no resto da casa. Encontra-se lá de tudo um pouco.
Mas não tem de ser assim.  Pode ser um retiro para praticar os seus hobbies, uma sala ampla para encontros de amigos, ou uma oficina funcional para alguns arranjos.
Assim sendo, o que propomos é que se liberte de algumas coisas para criar espaço. Espaço para desfrutar das actividades que mais gosta – ou simplesmente para guardar os dois carros.
Começamos então com duas categorias onde talvez possa simplificar a sua garagem.

FERRAMENTAS REPETIDAS

Se tem ferramentas e utensílios, consegue dizer de memória quantos martelos tem ou onde estão as buchas? Possivelmente até tem alguns essenciais à mão em casa e os sobressalentes algures na garagem. Na realidade, quando foi a última vez que precisou desses extras? Quando acabaram os parafusos, se calhar até foi comprá-los em vez de confirmar se havia mais na garagem.

Antes de mais, faça uma lista mental do tipo de instrumentos que precisa. Foque-se no que sabe usar e utiliza com maior frequência. Depois junte todas as ferramentas no mesmo sítio e coloque lado-a-lado as repetições. Fique só com o que mais gosta de usar e está em melhor estado. Faça questão de colocar as peças pequenas por tipo e tamanho, naquelas caixas para o efeito.
O que está em mau estado pode ir para reciclar, o que está bom mas não usa pode ser dado a uma oficina ou profissional da área. Se tiver gosto em vendas, coloque online ou dedique uma tarde numa feira de segunda mão para ter algum retorno financeiro.
Caso esteja indeciso se usa algo ou não, confirme na sua rede de amigos e família se alguém tem. Quando precisar, sempre lhes pode pedir emprestado.

 

 

JORNAIS E REVISTAS VELHAS

Para limpar vidros, embrulhar objectos nas mudanças, ou até para um dia voltar a ler os acontecimentos do passado. Sinceramente: alguma vez os usou? Vejamos – se um dia mudar de casa ou quando se acabarem os jornais a meio de limpar uma janela, sempre pode ir ao café do lado e pedir os jornais da semana anterior. Acontecimentos do passado, normalmente estão na internet ou na biblioteca. Se forem de um passado muito distante, é outro tema. Aí talvez haja valor histórico e pode direccionar para outros locais – mas isso é conversa para outro dia. O importante é que pouco a pouco, os papéis tendem a apoderar-se dos sítios, e se não tiverem interesse prático para si, então está um espaço a ser usado sem necessidade. Recicle e serão transformados em novas revistas e jornais interessantes!

Em breve seguiremos com mais dicas da garagem – esteja atento!

 

 

CONFUSÃO É DISTRAcÇÃO

 

Se ainda lhe restam dúvidas sobre o impacto da desarrumação no nosso bem estar, este artigo tem uma resposta bastante clara.

Investigadores da PNI (Instituto de Neurociência da Universidade de Princeton), conduziram uma experiência que se relaciona directamente com a desorganização versus a performance em diferentes tipos de tarefas.

Concluíram que “múltiplos estímulos apresentados no campo visual ao mesmo tempo, competem entre si pela representação neural, suprimindo-se mutuamente. Isto limita a capacidade mental de processamento”.

Ou seja, a confusão visual restringe a nossa capacidade de foco.
Tal qual quando uma criança que está ao nosso lado repete constantemente a mesma palavra. Talvez consigamos avançar com o que estamos a fazer, mas é definitivamente cansativo ouvi-la e requer um esforço extra concentrar-nos no que quer que seja. Da mesma forma, quando nos encontramos entre vários objectos desordenados e tarefas por cumprir, ficamos assoberbados de informação e muitas vezes nem sabemos para onde nos dirigir.

 

 

Com efeito, acumular demasiadas coisas e deixá-las ao acaso prejudica o raciocínio lógico e criativo (ao contrário do que muitos possam pensar), faz-nos mais distraídos, e propensos à frustração.

Assim sendo, se queremos tornar-nos menos irritados, mais focados e tranquilos, um dos primeiros passos a tomar – com resultados quase imediatos – é controlar o estímulo visual e o caos, quer no nosso ambiente de trabalho quer em casa.

 

ORGANIZAR DA MELHOR FORMA

 

Está a organizar a sua casa, escritório, ou apenas uma gaveta? Seja qual for o tamanho da empreitada, faça-o da forma mais simples e eficiente para não perder tempo nem energia.

Para além das dicas que já demos, aqui estão algumas orientações e erros a evitar no processo:

ESTÉTICA SEM FUNÇÃO

A estética permite-nos viver em harmonia com o nosso espaço, e nada melhor do que olhar em redor e gostar do que vemos. Mas se esse espaço não for fluido e funcional, perdemos tempo e energia em simples gestos diários.

Assim, enquanto pondera no lugar das suas coisas, considere que objectos relacionados devem estar perto uns dos outros. Por exemplo, se os itens do pequeno almoço estiverem todos juntos, poupam-se preciosos minutos na sua rotina matinal. O mesmo para os objectos de bricolage e manutenção da casa – lâmpadas, ferramentas, berbequim, pregos, martelos. Se os mantiver juntos, quando tiver de arranjar algo já sabe onde se dirigir e terá lá tudo o que precisa.

ARRUMAR EM VEZ DE ORGANIZAR

Enquanto arrumar é colocar os objectos no sítio, organizar é muito mais que isso. Exige decisões, motivação e novas ideias. Organizar é mudar o status quo. É repensar o que nos rodeia, perceber se há excessos, eliminá-los e descobrir qual o lugar ideal para as suas coisas.
Por exemplo, alinhar uma pilha de revistas não significa que vão ficar organizadas, mas sim arrumadas.
Assim, as duas acções complementam-se – ao arrumar está a fazer a manutenção do que organizou.

LET IT FLOW

Quando encontrar o equilíbrio do seu armário ou gaveta, é importante mantê-lo assim. Lembre-se que à medida que vai juntando mais itens ao seu espaço, naturalmente vão-se acumulando. Assim, faça um esforço para libertar objectos à medida que vai adquirindo outros.

Assim, juntando a motivação de ter um espaço mais organizado e boas dicas para facilitar tudo, os resultados só podem ser bons!

 

Imagem de Adachi Foundation