100% de desconto

 

Ah, essa coisa fantástica que são os saldos e as promoções!

Como não resistir? Vemos coisas lindas, úteis ou com tecnologia de ponta a metade do preço! É de aproveitar!

Ou não?

Antes de partir para as lojas e se deixar deslumbrar pelas novidades com desconto, dê um passo atrás.
Refresque a cara e a mente, e antes de sair de casa, olhe para o conteúdo da sua casa: armários, estantes e gavetas. Como se sente ao olhar lá para dentro? Precisa de alguma coisa? Talvez tenha um armário cheio de roupa que não usa e sente que precisa de ir às compras para o “refrescar”… Stop!
Antes de mais, é importante eliminar os excessos e as coisas que realmente não gosta, para ter uma noção exacta do que usa e do que pode precisar.

Aqui vão algumas sugestões para evitar toldar o discernimento nesta altura de tentações.

 

 

1 · Faça uma lista
Ao escrever o que precisa ou o que gostaria de ter, já vai visualizando mentalmente e assim estará mais atento quando vir algo do género na loja. E menos propenso a distrações.

2 · Fotografe
Quando vê algo ao qual mal pode resistir, fotografe-o! Num primeiro momento já nos sacia um pouco o ímpeto do consumo. Ter uma fotografia daquilo que queremos dá-nos uma breve sensação de “ter” a peça. Medite sobre o assunto durante algum tempo, seja um dia ou uma semana. Ainda o quer? Gosta tanto da peça que se vai dar ao trabalho de voltar à loja e esperar na fila para a comprar?

3 · Defina um orçamento
Se se puser um limite a si mesmo, vai tê-lo em consideração! Não importa se é uma pechincha, se vai ser “mais uma” peça no armário, já lhe está a sair caro. Muitas coisas baratas somam no preço. Com um limite de valor a gastar, vai ter de fazer escolhas e opta pelas peças que mais gosta.

4 · Mas se tiver mesmo de ser…
Se não conseguir resistir à compra, certifique-se que pode trocar ou devolver mais tarde –  e guarde o talão. Entretanto, veja se se sente inspirado a usar o novo item e se for uma peça de roupa, veja as possíveis combinações com o que já tem. Porque às vezes, na calma da casa, percebemos que afinal a peça não faz o nosso estilo ou não combina muito bem com o que temos. E nesse caso, é bom ter um plano B.

 

Roupas diferentes não nos fazem mais magros, mais acessórios bonitos não tornam as nossas casas mais acolhedoras, uma promoção fantástica – não importa o tamanho do desconto – não nos faz poupar dinheiro.

· Ruth Soukup